ATÉ QUE CHEGEMOS LÁ

(Café Brenda Ray) (29 de dezembro de 2018)

Poesia nunca foi meu forte, mas hoje eu encontrei um poema que escrevi décadas atrás. Eu tinha idade suficiente para experimentar uma perda profunda e um medo avassalador e, ainda assim, tinha uma força interior e resistência. Se nada mais, sempre fui resiliente. Desde então, descobri as respostas para a maioria das perguntas que fiz em meu poema. Algumas das minhas suposições estavam erradas, especialmente a sobre Deus, e agora eu sei que a sobremesa sempre vale as calorias e, na dúvida … overdress.

Desejo a cada um de vocês um feliz e saudável Ano novo cheio de amor, perdão e otimismo.

Não saberemos até chegarmos lá se a primeira série será difícil ou se as outras crianças vão gostar de nós

Se as vacinas contra a gripe doerem ou se a fada dos dentes realmente deixar uma moeda sob nosso travesseiro

Se as couves de Bruxelas tiverem um gosto tão ruim quanto o cheiro, mamãe nos fará limpar o prato? Não sei até chegarmos lá se as dores do crescimento doem e se patinhos feios se transformam em cisnes. Serei um deles?

Se nossas mães estivessem certas e isso atrapalhar nosso crescimento ou nos deixar cegos

Se loiras e garotas más se divertissem mais?

Não saberemos até chegarmos lá se estamos vestidos demais ou mal vestidos

Se o tiramisu vale todas as calorias

Se o cabelo grisalho for mais grosso do que o castanho, vamos parecer como vovó Sadie quando ficarmos mais velhos?

Não saberemos até chegarmos lá se é melhor desabafar nossa alma e nossa psique e deixar o passado para trás

Se nós pode perdoar e seguir em frente, começando de novo em vez de olhar para trás

Se dói quando morremos e podemos sobreviver à perda de um filho?

Não saberemos até conseguir lá se nossas mentes permanecerem abertas e jovens quando nossos corpos ficarem curvados e murchados

Se envelhecermos com graça e dignidade, mesmo se estivermos sozinhos e à mercê de estranhos

Se Deus nos perdoa de nossos pecados ou nos joga de volta no oceano, não avançado espiritualmente para o reino dos céus?

Não saberemos até l chegamos lá.