31 princípios de rede que aprendi com Keith Ferrazzi

(29 de agosto , 2016)

Um dos hábitos mais importantes que eu desenvolveram ao longo dos últimos dois anos está lendo. Tento ler pelo menos 12-15 livros todos os anos, dependendo da minha faculdade e horário de trabalho. Neste verão, consegui ler 6 livros. Aqui estão:

1 – Founders at Work, de Jessica Livingston

2 – The Innovators Dilemma, de Clayton Christensen

3 – A arte do começo, de Guy Kawasaki

4 – Estatísticas nuas, de Charles Wheelan

5 – The Design of Everyday Things, de Don Norman

6 – Never Eat Alone, de Keith Ferrazi

Todos esses livros são excelentes em seus próprios domínios, mas este post é dedicado às coisas que aprendi no livro de Keith Ferrazi, Never Eat Alone , um clássico dos negócios sobre o poder de relacionamentos, com estratégias atemporais compartilhadas pelos indivíduos mais conectados do mundo. Portanto, abaixo estão os 31 princípios de networking que Keith compartilha em seu livro:

1 – Tornando-se um membro do clube: Conectar-se é um dos conjuntos de habilidades mais importantes para a vida e negócios que você já aprendeu. Porque, francamente, as pessoas fazem negócios com pessoas que conhecem e gostam. As carreiras funcionam da mesma maneira. Até mesmo nosso bem-estar geral e sensação de felicidade são ditados em grande parte pelo apoio, orientação e amor que recebemos da comunidade que construímos para nós mesmos.

2 – Não mantenha a pontuação: Os relacionamentos são solidificados pela confiança. As instituições são construídas sobre ele. Você ganha confiança perguntando não o que as pessoas podem fazer por você, mas o que você pode fazer pelos outros. Em outras palavras, a moeda do networking real não é a ganância, mas a generosidade.

3 – Qual é a sua missão? Quanto mais específico você for sobre o que deseja fazer, mais fácil se tornará o desenvolvimento de uma estratégia para realizá-lo. Cada pessoa de sucesso compartilha o zelo pelo estabelecimento de metas. A chave é tornar o estabelecimento de metas um hábito. Se você fizer isso, o estabelecimento de metas se tornará parte de sua vida. Do contrário, ele murcha e morre.

4 – Construa antes de precisar: Você precisa criar uma comunidade de colegas e amigos antes de precisar dela. É muito mais provável que outras pessoas ao seu redor o ajudem se já conhecerem e gostarem de você. Comece a jardinagem agora. Você não vai acreditar nos tesouros que podem ser encontrados no seu próprio quintal.

5 – O Gênio da Audácia: Ficar com as pessoas que já conhecemos é um comportamento tentador. Mas, ao contrário de algumas formas de namoro, um networker não busca alcançar apenas uma única união de sucesso. Criar um círculo enriquecedor de relacionamentos confiáveis ​​exige que alguém esteja presente, na mistura, o tempo todo. Em última análise, todos têm que se perguntar como vão falhar. A escolha não é entre sucesso e fracasso; é entre escolher o risco e lutar pela grandeza, não arriscar nada e estar certo da mediocridade.

6 – O idiota da rede: O idiota da rede é aquele insincero e implacavelmente ambicioso alegre que você não quer se tornar. Se você não estiver fazendo amigos enquanto se conecta, é melhor resignar-se a lidar com pessoas que não se importam muito com o que acontece com você. Ser rejeitado acabará com seus esforços de conexão antes que comecem. Em alternativa, ser apreciado pode ser a força construtiva mais potente para fazer negócios.

7 – Faça o seu dever de casa: Quem você conhece, como você os conhece e o que eles pensam de você depois disso não deve ser deixado ao acaso. Preparação é a chave para soar como um gênio; por isso, antes de conhecer novas pessoas, pesquise quem são, quais são os seus negócios e o que é importante para eles.

8 – Anote os nomes: div id = “c0b4f16dfb”> A organização e gerenciamento bem-sucedidos das informações que fazem a conexão florescer é vital. Rastrear as pessoas que você conhece, as pessoas que deseja conhecer e fazer todo o dever de casa que o ajudará a desenvolver relacionamentos íntimos com outras pessoas pode causar uma grande sobrecarga de informações.
9 – Esquentando a chamada fria:
As 4 regras da chamada calorosa: 1) Transmita credibilidade mencionando uma pessoa ou instituição familiar. 2) Declare sua proposta de valor. 3) Transmitir urgência e conveniência ao estar preparado para fazer o que for preciso, sempre que necessário, para encontrar a outra pessoa em seus próprios termos.4) Esteja preparado para oferecer um meio-termo que garanta um acompanhamento definitivo, no mínimo.

10 – Gerenciando o Gatekeeper com habilidade: Faça do porteiro um aliado em vez de um adversário. E nunca pegue o lado ruim dele. Muitos assistentes executivos são parceiros minoritários de seus chefes. Não pense neles como secretárias ou assistentes. Na verdade, eles são associados e linhas de vida.

11 – Nunca coma sozinho: Na construção de uma rede , lembre-se: acima de tudo, nunca desapareça. Mantenha seu calendário social e de conferências e eventos completo. Você deve se esforçar muito para permanecer visível e ativo entre sua rede de amigos e contatos sempre em crescimento.

12 – Compartilhe Suas paixões: Faça uma lista das coisas pelas quais você mais gosta. Use suas paixões como um guia para quais atividades e eventos você deve procurar. Use-os para envolver contatos novos e antigos. Quando o seu dia é movido pela paixão, cheio de pessoas interessantes com quem compartilhá-lo, estender a mão parecerá menos um desafio ou uma tarefa árdua e mais uma consequência sem esforço da maneira como você trabalha.

13 – Acompanhamento ou falha: Quando você encontrar alguém com quem deseja estabelecer um relacionamento, dê um pequeno passo extra para garantir que você ganhou não se perca em seu sótão mental. Garantir que um novo conhecido retenha seu nome é um processo que você deve iniciar logo depois de conhecer alguém. Faça do acompanhamento um hábito. Torne isso automático. Quando o fizer, os dias de luta para lembrar os nomes das pessoas serão uma coisa do passado.

14 – Seja um Comando de Conferência: As conferências são boas principalmente para uma coisa. Eles fornecem um fórum para encontrar o tipo de pessoa que pensa como você e que pode ajudá-lo a cumprir sua missão e seus objetivos. Aqueles que usam as conferências de maneira adequada têm uma grande vantagem em uma reunião média do setor. Eles marcam reuniões individuais, organizam jantares e tornam cada conferência uma oportunidade de conhecer pessoas que podem mudar suas vidas.

15 – Conectando com conectores: Superconectores são aqueles que mantêm contato com milhares de pessoas em muitos mundos diferentes e os conhecem bem o suficiente para ligá-los. Depois de se tornar amigável com um superconector, você estará a apenas dois graus de distância das milhares de pessoas diferentes que eles conhecem. Você encontrará uma quantidade desproporcional de superconectores como headhunters, lobistas, arrecadadores de fundos, políticos, jornalistas e especialistas em relações públicas, porque esses cargos exigem as habilidades inatas dessas pessoas.

16 – Expandindo seu círculo: A maneira mais eficiente de ampliar e aproveitar todo o potencial de seu círculo de amigos é conectar seu círculo com o de outra pessoa. Essa colaboração significa ver cada pessoa em sua rede como um parceiro. Como um negócio em que os co-fundadores assumem a responsabilidade por diferentes partes da empresa, os parceiros de rede se ajudam, e por extensão suas respectivas redes, assumindo a responsabilidade por aquela parte da web que é deles e fornecendo acesso a ela quando necessário. Em outras palavras, eles trocam redes. Os limites de qualquer rede são fluidos e constantemente abertos.

17 – A arte da conversa fiada: Quando se trata de causar boa impressão, a diferenciação é o nome do jogo. Confunda expectativa. Agite isso. Quão? Seja você mesmo – a vulnerabilidade é o ativo mais subestimado nos negócios hoje. Os verdadeiros vencedores são aquelas pessoas que colocam tudo para fora e não perdem muito tempo e energia tentando ser algo / alguém que não são. Charme é simplesmente uma questão de ser você mesmo. Sua singularidade é seu poder. Todos nós nascemos com características inatas para sermos um falador maestro.

18 – Saúde, riqueza e filhos: A necessidade humana mais elevada é a autoatualização – o desejo de se tornar o melhor que você pode ser. Mas não podemos atender às nossas necessidades mais importantes até que atendamos às que estão na base da pirâmide, como as necessidades de subsistência, segurança e sexo. É dentro desse grupo inferior – onde residem saúde, riqueza e filhos – que a lealdade é criada. Ao abordar essas três questões fundamentais, você realiza 2 coisas: 1) Você ajuda alguém a atender às necessidades que mais precisam ser atendidas e 2) Você permite que ela suba na pirâmide de necessidades para enfrentar alguns de seus desejos mais elevados.

19 – Arbitragem social: O quanto você dá às pessoas com as quais entra em contato determina o quanto você receberá em troca.Em outras palavras, se você quer fazer amigos e fazer as coisas, você tem que se empenhar para fazer coisas por outras pessoas – coisas que requerem tempo, energia e consideração. O melhor tipo de conexão ocorre quando você pode reunir duas pessoas de mundos totalmente diferentes. A força de sua rede deriva tanto da diversidade de seus relacionamentos quanto de sua qualidade ou quantidade. A capacidade de conectar mundos diferentes, e até mesmo pessoas diferentes dentro da mesma profissão, é um atributo-chave em gerentes que são melhor pagos e promovidos mais rapidamente.

20 – Pinging o tempo todo: 80\% da construção e manutenção de relacionamentos consiste apenas em manter contato – “ping”. É uma saudação rápida e casual, e pode ser feito de várias maneiras criativas. Depois de desenvolver seu próprio estilo, será mais fácil ficar em contato com mais pessoas do que você jamais sonhou em menos tempo do que você jamais imaginou.

21 – Encontre inquilinos âncora e alimente-os: Cada indivíduo em um determinado grupo de colegas tem uma ponte para alguém fora de seu próprio grupo de amigos. Todos nós, em um grau ou outro, desenvolvemos relacionamentos com pessoas mais velhas, mais sábias e mais experientes; eles podem ser nossos mentores, amigos de nossos pais, nossos professores, nossos rabinos e reverendos, nossos chefes. Eles são “inquilinos âncora”; seu valor vem do fato de que são diferentes – conhecem pessoas diferentes, vivenciaram coisas diferentes e, portanto, têm muito a ensinar. Portanto, convide-os para o seu jantar e eles trarão pessoas de fora do seu círculo social junto.

22 – Seja interessante: Tenha um ponto de vista único. Seja um criador de conteúdo. Quão? Aproveite as ideias mais recentes e inovadoras do mundo dos negócios. Mergulhe nisso, conhecendo todos os líderes de pensamento que impulsionam a ideia e toda a literatura disponível. Transforme isso em uma mensagem sobre o impacto mais amplo da ideia para os outros e como ela poderia ser aplicada na indústria em que você trabalha. Esse é o conteúdo. Então, para se tornar um especialista: ensine, escreva e fale sobre sua experiência.

23 – Desenvolva sua marca: Dentro de uma rede, sua marca é poderosa. Isso estabelece o seu valor. Ele leva sua missão e conteúdo e os transmite para o mundo. Ele articula o que você tem a oferecer, por que você é único e fornece um motivo distinto para que outras pessoas se conectem com você.

24 – Divulgue sua marca : Você deve começar hoje a construir relacionamentos com a mídia antes de ter uma história que gostaria que eles escrevessem. Envie-lhes informações. Encontre-os para um café. Ligue regularmente para manter contato. Dê-lhes informações privilegiadas sobre o seu setor. Estabeleça-se como uma fonte de informação acessível e disposta e ofereça-se para ser entrevistado para impressão, rádio ou TV.

25 – The Write Stuff: Escrever artigos pode ser um grande impulso para sua carreira. Ele fornece credibilidade e visibilidade instantâneas. Pode se tornar uma seta chave em sua aljava de marketing pessoal, criando relacionamentos com pessoas altamente respeitadas e ajudando você a desenvolver uma habilidade que está sempre em alta demanda.

26 – Aproximando-se do poder: As pessoas famosas e poderosas são, em primeiro lugar, pessoas: são orgulhosas, tristes, inseguras, esperançosas e se você puder ajudá-las a atingir seus objetivos , em qualquer função, eles serão gratos. Na América existe uma associação para tudo. Se você deseja encontrar os impulsionadores e agitadores diretamente, você precisa se tornar um marceneiro. É incrível como as pessoas ficam acessíveis quando as encontramos em eventos que falam de seus interesses.

27 – Construa e elas virão: Todos os clubes são baseados em interesses comuns. Os membros são unidos por um trabalho, filosofia, hobby, vizinhança semelhante ou simplesmente porque são da mesma raça, religião ou geração. Eles são limitados por uma proposição comum que é exclusiva para eles. Em outras palavras, eles têm um motivo para sair juntos. Você pode fazer sua própria proposta distinta e dar um passo a mais que a maioria das pessoas não dá. Comece uma organização. E convide aqueles que você deseja conhecer para acompanhá-lo. Ganhar membros será fácil. Como a maioria dos clubes, ele começa com seu grupo de amigos, que selecionam seus próprios amigos. Com o tempo, essas pessoas atrairão ainda mais gente nova e intrigante.

28 – Nunca ceda à arrogância: A arrogância é uma doença que pode fazer com que você esqueça seus amigos de verdade e por que eles são tão importantes. Mesmo com a melhor das intenções, muita arrogância irá despertar a ira de outras pessoas e seu desejo de colocá-lo em seu lugar.Portanto, lembre-se, em sua caminhada até a montanha, seja humilde. Ajude outros a subir a montanha junto com você e antes de você. Nunca deixe a perspectiva de um conhecido mais poderoso ou famoso fazer você perder de vista o fato de que as conexões mais valiosas que você tem são aquelas que já fez em todos os níveis.

29 – Encontre Mentores, Encontre Mentores, Repita: Um relacionamento de mentoria bem-sucedido precisa de partes iguais de utilidade e emoção. Você não pode simplesmente pedir a alguém que invista pessoalmente em você. Deve haver alguma reciprocidade envolvida – seja trabalho árduo ou lealdade que você dá em troca – que leva alguém a investir em você em primeiro lugar. Então, quando o processo começa, você precisa moldar seu mentor em um coach; alguém para quem o seu sucesso é, de uma forma pequena ou grande, o sucesso dele.

30 – O equilíbrio é BS: Você não pode se apaixonar por sua vida se odeia seu trabalho; e, na maioria das vezes, as pessoas não amam seu trabalho porque trabalham com pessoas de quem não gostam. Conectar-se com outras pessoas dobra e triplica suas oportunidades de encontrar pessoas que podem levar a um novo e emocionante trabalho. Se sua vida está repleta de pessoas de quem você gosta e que se importam com você, por que se preocupar em “equilibrar” qualquer coisa?

31 – Bem-vindo ao a idade conectada: Viver uma vida conectada leva a ter uma visão diferente. A vida é menos uma busca do que uma colcha. Encontramos significado, amor e prosperidade por meio do processo de costurar nossas tentativas ousadas de ajudar os outros a encontrar seu próprio caminho em suas vidas. Os relacionamentos que tecemos se tornam um padrão requintado e infinito.